Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Ministério Público vai cobrar de Bernardo Ariston R$ 70 mil por "farra das passagens"


Mais um escândalo nacional envolve o nome do ex-deputado federal e atual Secretário Municipal de Indústria e Comércio da prefeitura de Cabo Frio, Bernardo Ariston (PR).

No início desse ano (2017) Bernardo Ariston foi notícia nacional por estar nas listagens de propina e delações premiadas envolvendo seu nome com a empresa Odebrecht na operação Lava Jato, o apelido de Bernardo Ariston para a empresa era "Rasputinzinho" e segundo seus delatores Bernardo Ariston recebeu ilegalmente R$ 100 mil reais para formação de Caixa 2 de sua campanha.

Agora o ex-deputado federal e atual Secretário Municipal de Indústria e Comércio  da prefeitura de Cabo Frio, Bernardo Ariston (PR), tem seu nome envolvido em um novo escândalo que é o da "farra das passagens".

Bernardo Ariston é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter irregularmente realizado ou apresentado notas de 111 vôos domésticos (dentro do Brasil) 1 vôo internacional  durante sua passagem na Câmara Federal, gerando um prejuízo aos cofres públicos de R$ 69.333,16 (sessenta e nove mil, trezentos e trinta e três reais e dezesseis centavos).

Com isso o MPF ingressou com ação contra Bernardo Ariston para reaver o dinheiro da "farra das passagens", mas Bernardo não é o único réu nessa ação, além dele mais 499 políticos são acusados pelo MPF de terem feito a "farra das passagens" com o dinheiro do povo brasileiro.

0 comentários:

- |