LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Negão da BL se irrita em live ao debater sobre racismo e discurso repercute na internet


 Negão da BL se irrita em live ao debater sobre racismo e discurso repercute na internet — Foto: Reprodução

Uma live com o funkeiro Matheus Bento, o MC Negão da BL, em uma casa de shows em Rio das Ostras, na Baixada Litorânea do Rio, na última quarta-feira (26), entrou para os assuntos mais comentados do Twitter após o cantor se irritar com os apresentadores ao abordar o assunto racismo durante a transmissão.

O desentendimento aconteceu depois do funkeiro de 23 anos, conhecido pelas publicações de humor ao lado da mãe, afirmar que tanto o racismo quanto a desigualdade racial e social são estruturais e que não vão acabar.

Logo depois, os apresentadores da live, Kemilly Cardoso e Glauco Zulo, iniciaram uma discussão sobre o assunto.

"Hoje no nosso Brasil, ainda assim, a gente tem uma grande parte da população que briga por isso (racismo)", afirmou a apresentadora, Kemilly Cardoso, que logo foi interrompida por Negão da BL: “Mas aí brigar e falar bonito é uma coisa, o ‘bagulho’ é a prática. Vocês vão falar ‘eu respeito’, mas vocês são dois brancos brigando com um preto”, disparou o MC.

A apresentadora afirmou, então, que era filha de um homem negro e foi novamente interrompida pelo funkeiro: "Você é filha de negro, mas é branca".

"Eu não sou branca", afirmou Kemilly.

"Ah, tá bom! Pelo amor de Deus, mano!", reagiu Negão da BL, se mostrando bastante irritado com a conversa. A mãe do MC, Gisele, que participava da live junto com o filho, também demonstrou incômodo com as falas dos apresentadores.

Nesta quinta-feira (27), MC Negão da BL gravou um vídeo. "Ontem (quarta-feira) teve uma live do Negão da BL e muita rapaziada querendo criar uma polêmica. Teve uns coisas ali, umas coisas aqui. [...] O amigo foi infeliz no que ele falou e hoje está tendo o resultado", disse Matheus, isentando a casa de show onde a live aconteceu.

Em suas redes sociais, Kemilly afirmou "Vou pela última vez falar sobre o assunto, eu falei no sentido de ter orgulho das minhas raízes! Eu não fui criada com nenhum tipo de preconceito, ele existe, mas não existe na minha vida sobre qualquer pessoa... Ainda assim, se você se sentiu ofendida me desculpe!", em resposta a uma seguidora que comentou sobre o assunto em uma das fotos da apresentadora.

Também nesta quinta-feira (27), Glauco Zulo, que apresentava a live junto com Kemilly, postou um vídeo em suas redes sociais em que pedia perdão pelo ocorrido.

"Era um bate-papo que tinha tudo para terminar tranquilo, até que veio uma pergunta relacionada a racismo e preconceito. Eu juro, não foi uma pergunta preconceituosa. Eu venho lhes pedir perdão porque esse é um assunto ao qual eu não vivo na pele, esse é um assunto ao qual eu não tenho lugar de fala", disse Glauco.

 Fonte: g1.globo.com

0 comentários:

- |