Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Banzo – Por Marcos Chaves




VIOLÊNCIA

A escalada da violência na região dos lagos é flagrante, porém as dimensões do seu alcance tem sido amplificadas em muito pela mídia. Lembro-me de jornais como “O Povo” e “Ultima Hora” que emolduravam o caos nas décadas de 70 e 80. Hoje as mídias sociais fazem o papel dessa caixa de ressonância com manchetes sangrentas e percentagens de pautas policiais altíssimas... algo perto de 100% de suas postagens. É fato, violência sempre vendeu jornal e hoje proporciona números de acessos em larga escala.

VIOLÊNCIA II

Além de visibilidade excessiva, ressalto as designações indevidas que a mídia insiste em patentear os marginais: “dono”, “gerente”, “chefão”, “líder”!!! Essa inversão de valores complica ainda mais a nossa missão de orientar os jovens em situação de risco social, se eles almejam chefiar, gerenciar ou liderar em algum momento de suas vidas deverão se esmerar nos estudos e se prepararem muito para o mercado de trabalho competitivo.

Marginal é marginal!!! Bandido é bandido!!!

A maioria deles se orgulha em dizer isto!!!

VIOLÊNCIA III

A sociedade civil deve refletir sobre os perigos aos quais seus familiares estão expostos atualmente. Bandido que alveja policiais, troca tiros até com forças militares, são elementos com mentalidade terrorista. Devemos exigir leis mais severas para quem recebe as autoridades de segurança à bala.

VIOLÊNCIA IV

O meu apelo de reflexão a sociedade civil deve-se de fato a nossa responsabilidade... É isso mesmo caro leitor!!! Você acha que não tem nada a ver com as duas mulheres que foram queimadas este fim de semana no bairro Jacaré?

Pois quem se omite está cometendo um ato de violência!!!

O Deputado que não legisla está cometendo um ato de violência!!!

A Câmara de Vereadores que não cobra soluções está cometendo um ato de violência!!!

O nosso total desprezo pelos menos favorecidos, também é um ato de violência!!!

0 comentários:

- |