Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

quarta-feira, 14 de maio de 2014

CABO FRIO COMEMORA DIA MUNICIPAL DE COMBATE A HOMOFOBIA



 

O dia 17 de Maio é o Dia Internacional e Municipal de Combate à Homofobia, e nesse sentido o Grupo Iguais, instituição que luta contra as diferenças em prol da classe LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) de Cabo Frio, realizará ações visando sensibilizar a população contra qualquer tipo de preconceito.

Na ação que ocorre todo ano na principal praça da cidade (Praça Porto Rocha)  além de discursos, shows, vídeos e da distribuição de materiais informativos de combate a homofobia serão oferecidos diversos serviços como:

Secretaria da Mulher - Informações sobre denúncias sobre violência da mulher, distribuição de cartilhas da Lei Maria da Penha, aconselhamento e mais informações sobre o CRAM (Centro de Referência da Mulher).

Programa Municipal de DST/AIDS - Distribuição de preservativos (femininos e masculinos) gel lubrificante e panfletos informativos, informações sobre como utilizar o preservativo e sobre o teste rápido.

Superintendente de Promoção da Igualdade Racial - Estará prestando esclarecimentos sobre a questão do Racismo.

Coordenadoria de Estatística do Município - Estará realizando uma pesquisa sobre homofobia no município.

20ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Prestará assessoria jurídica gratuita aos transeuntes.

Curso de Enfermagem da UVA - Aferimento de Pressão e informações sobre saúde.

Curso de Educação Física da UVA - Atividades de Educação Física (Jump e aeróbica).

Curso de Pscicologia da UVA – Realizando uma pesquisa.
  
Escolha da data - Entre 1948 e 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a homossexualidade como um transtorno mental. Em 17 de maio de 1990, a Assembléia geral da OMS aprovou a retirada do código 302.0 (Homossexualidade) da Classificação Internacional de Doenças, declarando que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão”. A nova classificação entrou em vigor entre os países-membro das Nações Unidas em 1993. Com isso, marcou-se o fim de um ciclo de 2000 anos em que a cultura judaico-cristã encarou a homossexualidade, primeiro como pecado, depois como crime e, por último, como doença.

As ações estão amparadas pela Lei Municipal 2.334 de Janeiro de 2011 e conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Cabo Frio.
   
Assessoria de Comunicação,
GRUPO IGUAIS

0 comentários:

- |