Pular para o conteúdo principal

SAÚDE POTENCIALIZA CADASTRO DE MORADORES ALDEENSES COM APOIO DE TABLETS


Para dinamizar o trabalho e fortalecer o cadastro on-line de moradores de São Pedro da Aldeia, os agentes comunitários de saúde foram contemplados com tablets. A aquisição, uma luta de muitos anos da Secretaria de Saúde, foi alcançada após esforços da gestão e suas coordenadorias. Os aparelhos estão habilitados para o acesso ao e-SUS AB, uma ferramenta desenvolvida pelo Governo Federal para reestruturar as informações da Atenção Básica em todo país. Com os dispositivos móveis, os agentes poderão realizar o cadastro diretamente na base de dados, eliminando a necessidade de fichas manuais. A partir desse reforço, o trabalho também poderá ser realizado de forma mais ágil e prática. 

Antes da entrega, o prefeito Cláudio Chumbinho recebeu os coordenadores da Saúde em seu gabinete.


De acordo com a secretária de Saúde, Francislene Casemiro, a entrega dos tablets é um ganho para toda a equipe. Segundo ela, os dispositivos chegam para somar junto ao trabalho já realizado pelas equipes. 
“O dispositivo móvel é uma das conquistas do atual governo na busca de melhorias nas condições de serviços e melhor atendimento à população. O cadastro do usuário é um dos incentivos do Governo Federal aos municípios, para a captação de recursos e investimentos na rede básica de saúde. Com o apoio dos tablets, os agentes comunitários poderão cadastrar os moradores diretamente no sistema e-SUS AB”, lembrou a secretária. 

O prefeito Cláudio Chumbinho lembrou do incansável trabalho para que essa nova ferramenta pudesse ser implantada no município. Para ele, o reforço vai influenciar positivamente na rotina dos profissionais.
“Com os tablets os profissionais poderão ter acesso ao sistema, fazer os registros sem a necessidade de cadastrar em papel e transcrever. Todo avanço que possa agregar melhoria é válido. Desejamos a implementação desse serviço há muito tempo, hoje isso se torna uma conquista alcançada após um árduo trabalho, com muito esforço das equipes”, disse.
A ENTREGA
Em virtude da pandemia causada pelo coronavírus, a Secretaria de Saúde realizou uma cerimônia simbólica para a entrega dos tablets aos agentes comunitários de saúde. Com a presença das equipes do Vinhateiro, Baixo Grande e São João II, destaques com as melhores produções, a secretária e suas coordenações entregaram 16 dispositivos aos presentes.

Os demais agentes comunitários, que estão em serviço nas Estratégias de Saúde de São Pedro da Aldeia, também receberão os aparelhos. Os profissionais, além de contar com os equipamentos, serão capacitados para o uso. Ao todo, cerca de 90 tablets serão entregues, de acordo com os profissionais que estiverem em serviço. A compra de tablets foi custeada com verbas do Programa Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde (PREFAPS).

Agente Comunitária de Saúde do Baixo Grande, Thaís Martins de Abreu, destacou o trabalho de equipe realizado na Estratégia de Saúde, para alcançar a meta definida para as unidades. “Estamos perto de bater a nossa meta, todos se esforçaram e trabalharam juntos, tenho certeza que seguindo nesse ritmo vamos conseguir alcançar esse número. Agradecemos o apoio da Secretaria de Saúde e esperamos sempre poder contar com todos”, ressaltou.
Tatiana de Lima, Agente Comunitária há mais de 10 anos, comemorou a entrega dos tablets e ressaltou o comprometimento da equipe com o trabalho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.