LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Câmara pressiona Prefeitura por volta de ambulantes às praias em Cabo Frio


Os ambulantes e demais trabalhadores das praias de Cabo Frio ganharam o apoio da Câmara Municipal na tentativa de conseguir a liberação para a volta das atividades nas areias, que seguem proibidas no município. Se até então, havia a manifestação isolada de alguns vereadores, na sessão desta terça-feira (4), a primeira após o recesso parlamentar, o presidente da Casa, Luis Geraldo (Republicanos) prometeu cobrar do governo uma posição sobre o assunto.

Equilibrando-se entre o discurso de preocupação com o avanço da Covid-19 no município e a reivindicação dos ambulantes, Luis Geraldo defendeu igualdade no tratamento, visto que praticamente todos os demais segmentos já foram autorizados a retornar ao trabalho. O chefe do Legislativo disse que, na última sexta-feira (31), conversou com representantes dos autônomos, que relataram as dificuldades que estão vivendo. Entretanto, não conseguiu respostas do Gabinete de Crise.

– Sou um dos mais críticos em relação a isso (flexibilização). Sempre critiquei essa abertura muito fácil, essa flexibilização. Acho quer todos temos que trabalhar, todos temos que produzir, mas ainda vejo muita gente não respeitando esses protocolos, o que diminui um pouco para nós possamos vencer essa pandemia na nossa cidade, mas o que eu passei agora para eles, e passo agora, é que é uma injustiça muito grande com eles. Porque se abriu e se flexibilizou para todo mundo – disse Luis Geraldo.

Outros vereadores, como Silvio Blau Blau (PTB), Edilan do Celular (MDB) e Vaguinho (Republicanos) fizeram coro com o presidente. Estreando na função de líder da oposição, a vereadora Letícia Jotta (Pros) argumentou que os trabalhadores atuam ao ar livre, diferentemente de outros segmentos. Sobrou uma farpa até para o colega Miguel Alencar (DEM), que não estava presente.

– Nesse momento, gostaria de entender que critérios são esse em que abriu comércio, shopping, hotel, academia, igreja, casa de festa e deixou de fora os nossos ambulantes da praia. Confesso a minha decepção do líder do governo (Miguel) não estar presente porque eu gostaria de direcionar essa pergunta para ele – disparou.

Na última sexta-feira (31), a Prefeitura editou novo decreto de flexibilização, que diminuiu as restrições de outras atividades econômicas, mas manteve a proibição do comércio nas praias. 

Caso Hemolagos

Outro ponto mencionado durante a sessão de reabertura foi a dívida da Prefeitura com o Hemolagos, que faz o banco de sangue funcionar de forma parcial, como forma de racionar o uso de bolsas de coleta. 
Durante o seu discurso, o vereador Rafael Peçanha (Cidadania) afirmou que vai apresentar uma indicação para que a Prefeitura remaneje verbas orçamentárias para publicação de atos oficiais em favor do Hemolagos.



Fonte: folhadoslagos.com

0 comentários:

- |