Pular para o conteúdo principal

DEFESA CIVIL ALDEENSE SERÁ CONDECORADA EM SÃO PAULO


O trabalho na gestão de riscos e os projetos sociais desenvolvidos pela Coordenadoria Geral de Defesa Civil de São Pedro da Aldeia ganharam expressão nacional. Pela primeira vez, a Divisão aldeense será certificada e contemplada com a Láurea de Honra ao Mérito em Proteção e Defesa Civil, pela Sociedade Brasileira de Proteção Humana (SOBRAPH) e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). A cerimônia está marcada para o dia 22 de agosto, nas instalações da Escola Superior de Ciências Policiais, na cidade de Cotia-SP, com a presença restrita de pessoas devido à atual pandemia do coronavírus.
A escolha da gestão aldeense para receber a condecoração levou em conta os resultados apresentados pela pesquisa nacional realizada por observadores da SOBRAPH, a partir de visitas às cidades e do cruzamento de dados divulgados nos canais institucionais, utilizando metodologia própria e não-governamental.
“Após as pesquisas ‘in loco’ e o levantamento das informações, o comitê gestor da SOBRAPH avalia ações que sejam mais relevantes e gerem impactos sociais significativos, além de serem sustentáveis e de possível replicação em qualquer parte do território nacional”, explicou o diretor da Sociedade Brasileira de Proteção Humana e presidente do comitê gestor do Grupo de Estudos em Proteção Humana da Unifesp Guarulhos, professor Aparecido da Cruz.
RECONHECIMENTO
Ao todo, 150 municípios do país foram pesquisados e 112 projetos na área da defesa civil e proteção humana integral foram avaliados pela SOBRAPH. “A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio de sua Defesa Civil, vem demonstrando efetivo compromisso com a sociedade e a responsabilidade em construir comunidades mais seguras e resilientes, através das constantes atividades preventivas, da identificação de riscos e da capacitação comunitária”, ressaltou o presidente da SOBRAPH.
Para o coordenador geral da Defesa Civil de São Pedro da Aldeia, Marcus Dothavio, a Láurea de Honra ao Mérito representa um importante reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido há anos na cidade. “Fiquei surpreso e muito feliz com esse reconhecimento; isso só nos incentiva a fortalecer as nossas ações, que já se tornaram referência não só no Estado, mas no Brasil. Nunca medimos esforços para fazer um trabalho de excelência e com muita dedicação junto à população e temos feito a diferença. Agradeço à nossa equipe, aos secretários, voluntários e, principalmente, o apoio do prefeito Cláudio Chumbinho, que sempre confiou na competência da Defesa Civil e nos dá autonomia para realização dos projetos”, disse.
PROJETOS DE REFERÊNCIA
Entre os projetos de destaque no município avaliados pela SOBRAPH estiveram o Projeto Defesinha e o Escolas Preparadas que, juntos, já capacitaram cerca de cinco mil jovens e crianças. Outro destaque é o Comunidades Preparadas, que leva ciclos de palestras, simulações e treinamento a moradores em primeiros socorros, percepção de riscos e resposta a desastres, além das diversas ações periódicas promovidas pela Defesa Civil de São Pedro da Aldeia nas áreas socioassistencialeducacional e de mobilização social, inclusive no contexto de orientação e contenção dos riscos de contágio pelo coronavírus. Devido ao alto grau de relevância das ações, a cidade foi incluída na categoria Ouro, a mais significativa entre as quatro da premiação.
 “São Pedro de Aldeia se destacou em vários projetos e tem chamado atenção há algum tempo, principalmente por um fato marcante em toda a história da defesa civil nacional: a interdição do empreendimento Pontal da Lagoa – Minha Casa Minha Vida no Poço Fundo, que representa um avanço no país em matéria de prevenção de catástrofes e de acidentes”, salientou o professor Aparecido.
A Láurea de Honra ao Mérito em Proteção e Defesa Civil é uma iniciativa promovida pelo Grupo de Estudos em Proteção Humana da UNIFESP Guarulhos, pela Sociedade Brasileira de Proteção Humana (SOBRAPH), pelo Corpo Acadêmico de Especialistas em Direito Militar (CAEDIM) e conta, ainda, com o apoio da Sociedade Brasileira de Amigos do Exército Brasileiro (SAEB) e do Núcleo de Ações Voluntárias em Proteção e Defesa Civil (NUPREC).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.