LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Mais de 10 mil doses são aplicadas no Dia D da Campanha de Multivacinação


 As unidades de saúde de São Pedro da Aldeia ficaram movimentadas no último sábado (17) com a realização do Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação. A mobilização, que também inclui a vacinação contra a Poliomielite – a famosa gotinha –, tem como foco a atualização da caderneta vacinal de crianças e adolescentes, de zero a menores de 15 anos. Somente no Dia D, mais de 10 mil doses foram aplicadas. Além das vacinas de reforço e de rotina, a Sala de Vacinas e os postos de saúde também estão disponibilizando a tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. No município, somente as unidades do Centro/Mossoró e Três Vendas não participam da campanha. 

ALERTA

Enfermeira responsável pelo Setor de Imunização da Secretaria de Saúde, Tatiana Leal de Oliveira explica que a campanha tem como objetivo resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância quanto na adolescência, ampliando a cobertura vacinal e evitando o retorno de outros tipos de vírus, como o do sarampo. A proposta é alertar a população sobre a importância de vacinação na prevenção a diversas doenças, como a febre amarela, rubéola, caxumba, hepatites A e B, paralisia infantil e meningite, dentre outras.

 “É muito importante que os pais ou responsáveis tragam as crianças para fazer a atualização da caderneta. Nesse momento de pandemia, é fundamental que a nossa população esteja com a saúde controlada e protegida contra doenças imunopreveníveis. Redobramos os cuidados com a higienização nas unidades e nos preocupamos em abastecer os postos de saúde dos bairros para evitar aglomeração na Sala de Vacinas do Centro”, disse.

CALENDÁRIO

Mais de 15 tipos de vacinas do calendário básico de vacinação infanto-juvenil estarão à disposição dos moradores nas unidades de saúde e na Sala de Vacinas até o fim do mês de outubro. É fundamental que a população-alvo compareça às unidades de saúde levando o cartão do SUS e a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde avaliem se há alguma vacina que ainda não foi administrada ou doses que necessitam ser aplicadas para completar o esquema vacinal.

A dona de casa Keila Cardoso Telles foi uma das primeiras mães a chegar no posto de saúde do Porto do Carro, no Dia D, para vacinar a pequena Helena, de quatro meses de idade, com a pentavalente. “Minha filha está tomando as vacinas desde o primeiro mês de nascida; esta é a segunda vez que eu venho no postinho para fazer a vacinação. É muito bom poder contar com uma estrutura como essa perto de casa, porque facilita muito. O atendimento aqui é excelente e a gente só tem que agradecer”, disse a moradora.

PÚBLICO-ALVO

Para os adolescentes, há o reforço das imunizações feitas na infância ou esquemas novos, com a aplicação de vacinas como HPV, febre amarela, tríplice viral e meningocócica. “Adultos que ainda não se vacinaram também podem aproveitar esse período para procurar o posto de saúde mais próximo. Além de olharmos as cadernetas das crianças e dos adolescentes, estamos verificando a situação vacinal dos pais com até 59 anos de idade para atualização”, destaca Karine Ferreira, enfermeira responsável pela unidade de saúde do Campo Redondo.

Moradora do Campo Redondo, Thaís Andrade conseguiu atualizar a caderneta de vacinas da filha Luiza, de um ano de idade, e aproveitou a ida ao posto do bairro para receber a imunização contra sarampo, caxumba e rubéola, a vacina Tríplice Viral. “Fiquei muito satisfeita com o atendimento e com os procedimentos de prevenção que o posto vem adotando. A saúde das nossas crianças tem que vir em primeiro lugar, mas é muito importante que toda família se proteja, mantendo as vacinas atualizadas”, afirma.

Para minimizar os riscos de transmissão da Covid-19 e garantir a segurança da população e dos profissionais, a entrada nos postos de saúde só é permitida mediante o uso de máscara de proteção facial. A Secretaria de Saúde também orienta a população a manter o distanciamento social e evitar a formação de filas. “Pedimos aos moradores que não formem aglomerações nas unidades. Como a campanha se estenderá até o fim do mês, não há necessidade de uma busca desenfreada pelas doses”, destaca a coordenadora de Atenção Básica, Jaqueline Tinoco.

 

0 comentários:

- |