Pular para o conteúdo principal

Operação desarticula quadrilha de captura e venda de animais marinhos ameaçados de extinção; centenas são resgatados

 


Uma operação conjunta da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) e do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) terminou no resgate de centenas de animais marinhos e na prisão de duas pessoas nesta quarta-feira (7), na Região dos Lagos do Rio. Pai e filho são investigados por comandar uma quadrilha que revendia peixes e crustáceos ameaçados de extinção.

 

Os suspeitos são proprietários de um depósito em São Pedro da Aldeia, às margens da RJ-106, onde armazenavam e revendiam os animais.

 

Apenas nesse depósito, a polícia encontrou mais de 150 animais e, pelo menos, 59 tanques para armazenamento.

 
Animas marinhos eram armazenados em sacolas e tanques em depósito em São Pedro da Aldeia, no RJ — Foto: Felipe Basilio/Inter TV

 

 

De acordo com a polícia, os dois também tinham uma loja em Cabo Frio em que praticavam o comércio ilegal.

 

Animais como tubarões, arraias, cavalos-marinhos, estrelas-do-mar e diversos tipos de corais ameaçados de extinção eram pescados em Marataízes, no Espírito Santo, e levados para Cabo Frio e São Pedro da Aldeia.

 
Depósito clandestino de animais marinhos funcionava em imóvel às margens da RJ-106 — Foto: Felipe Basilio/Inter TV

 

A coleta desses animais é proibida por não serem recursos pesqueiros.

 

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a revenda era feita para a capital, no Rio de Janeiro, e para outros estados, como São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

 

De acordo com o MP, a quadrilha conta, ainda, com pescadores e revendedores de animais.

 

Sem poder voltar para o habitat natural por colocar em risco o bioma, animais foram levados para o Aquario — Foto: Felipe Basilio/Inter TV

 

 

Ainda segundo o MP, o gerente da loja em Cabo Frio também foi levado para a delegacia.

 

"Além do dano ambiental causado ao meio ambiente, outro problema da captura desses animais é que, uma vez retirados de seu habitat e misturados a outros animais exóticos durante o armazenamento, os peixes e corais não podem mais retornar ao local de origem por conta de risco biológico ao bioma marinho", alertou o Ministério Público.

 

Caixas d'água eram utilizadas por quadrilha como aquário para depósito de crustáceos e peixes em São Pedro da Aldeia, no RJ — Foto: Felipe Basilio/Inter TV


 

Por isso, os animais apreendidos na operação foram encaminhados para o AquaRio, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, onde, após passarem por quarentena, serão expostos ao público "com o compromisso de estarem servindo de conscientização e educação ambiental", afirmou o MP.

 

A Operação Poseidon contou com o apoio da Delegacia de Cabo Frio (126a DP), Delegacia de Meio Ambiente e Ministério Público Estadual, sob tutela da cidade de Cabo Frio, e foi resultado de três meses de investigação.

 

Sistema artesanal dava suporte a criação ilegal de animais marinhos em São Pedro da Aldeia, no RJ — Foto: Felipe Basilio/Inter TV


 

A investigação será finalizada após a análise do material recolhido.

 

A pena para os envolvidos no crime pode chegar a sete anos e meio de detenção.

 Fonte: g1.globo.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tribunal do Tráfico decapita Homem na noite deste sábado na Favela do Lixo em Cabo Frio

Um crime bárbaro acaba de acontecer na noite deste sábado (23/05) em uma das maiores comunidades do interior do Estado do Rio de Janeiro, bairro Manoel Corrêa mas conhecido como Favela do Lixo em Cabo Frio. Segundo informações de populares que preferiram manter o anonimato, um homem chamado Matheus teria sido torturado pelo Tribunal do Tráfico e em seguida foi decapitado, o motivo do crime seria por Matheus ser informante da polícia, na linguagem do crime ele seria um X9. A Polícia Militar está nesse momento fazendo levantamento do crime e pegando a identificação completa da vítima, até o momento não foi lavrada a ocorrência, e traremos mais informações conforme o andamento das investigações. As imagens são fortíssimas e não recomendada para pessoas sensíveis.

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

  O LOBO EM PELE DE CHACAL!   “TSE defere candidatura e José Bonifácio tomará posse como Prefeito de Cabo Frio” “Em decisão monocrática o Ministro Alexandre de Moraes deferiu o recurso de José Bonifácio” Na sexta-feira (18/12) por volta das 18:00 horas as manchetes acima surpreenderam alguns incautos cabofrienses, e deixaram duas sérias indagações no ar: - O que motivou o Ministro Alexandre de Moraes, relator do processo, a evitar o julgamento pelo colegiado do Tribunal Superior Eleitoral? - A séria motivação impeditiva deixou de existir apenas duas horas depois de iniciado o “recesso” do tribunal?   Bem... o editorial do Blog Cartão Vermelho não possui todas as respostas, porém, cumprindo sua principal missão de trazer luz aos fatos, assinala agora a ação vil, perdulária e principalmente venal que acometeu a defesa do Sr. José Bonifácio.   Os advogados que patrocinaram a causa de Zezinho, fazem parte de uma bancada respeitadíssima nacionalmente, é uma das mais cara