LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Festa de aniversário clandestina reúne mais de 300 jovens em condomínio em Cabo Frio, no RJ; 'adolescente tem muito anticorpo'

Festa de aniversário clandestina reúne mais de 300 jovens em condomínio em Cabo Frio, no RJ — Foto: Reprodução/Inter TV

 

 

Uma festa de aniversário em um condomínio de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, desrespeitou uma série de regras de distanciamento social estabelecidas devido à pandemia da Covid-19 no último domingo (6). O evento teve a presença de mais de 300 jovens e adolescentes que, além de promoverem aglomeração e não usarem máscara, consumiam bebida alcoólica.

Em uma rede social, uma das jovens participantes minimizou os riscos da aglomeração resultar em contaminações pelo novo coronavírus.

"Existe essa possibilidade, mas a gente tava ali, na festa do garoto. O vírus pode passar pra outras pessoas da nossa idade. E, mano, eu duvido muito que alguém da nossa idade tenha pego, tá ligado? Porque, tipo, adolescentes têm 'muito' anticorpos, cara".

A festa era para comemorar os 16 anos do jovem apontado como o organizador do evento. De acordo com o adolescente, a festa seria para 30 pessoas, no entanto, a lista de convidados tinha mais de 270 e, na festa, apareceram mais de 380 pessoas. Mas o adolescente afirma que muitas dessas pessoas ele nem conhecia.

 

Após a ligação da produção da Inter TV, na manhã desta segunda-feira (8), o organizador da festa comemorou a "oportunidade" de aparecer na TV.

"O homem do RJTV acabou de me li... Inter TV acabou de me ligar aqui, e eu dei todas as informações pra ele, e a gente vai pra TV galera!", afirmou, com euforia.

Durante a festa, uma moradora que passeava com o cachorro próximo ao local do evento e reclamou da aglomeração chegou a ser agredida e teve o celular arremessado ao chão por um dos convidados.

"Estou muito abalada. Nunca tinha passado por isso na vida. Vou adotar as medidas cabíveis contra os envolvidos", afirmou a moradora, que não quis se identificar.

A mãe do adolescente apontado como o organizador da festa disse que não imaginava que a festa teria tantos participantes e que tentou bloquear a entrada do condomínio para impedir que mais pessoas entrassem.

Em nota, o condomínio onde o evento aconteceu afirmou que repudia qualquer tipo de agressão, e que já orientou a vítima a fazer o registro da ocorrência. O condomínio disse, ainda, que vai colaborar com as autoridades sobre o caso.

Sobre o espaço para eventos, o condomínio disse na nota que ele está aberto com autorização de decretos municipais, mas que vai notificar os responsáveis pela reserva da área de festa.

O G1 aguarda o posicionamento do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e do Conselho Tutelar de Cabo Frio.

Covid-19 em Cabo Frio

De acordo com o último boletim epidemiológico municipal, divulgado nesta terça-feira (8), Cabo Frio tem 2.385 casos confirmados da Covid-19, com 129 óbitos causados pela doença.

Ainda segundo o levantamento, dos 19 leitos de UTI destinados a pacientes com a doença, 12 estão ocupados. Um taxa de 63,2% de ocupação. Já dos 44 leitos de enfermaria, 5 estão ocupados, o que representa uma taxa de 11,4% de ocupação.

Atualmente, Cabo Frio está em zona laranja, que é o segundo nível mais elevado de restrições devido à Covid-19. Por isso, diversas atividades seguem proibidas, como: a realização de eventos e atividades com a presença de público, que envolvem aglomeração de pessoas.

De acordo com decreto municipal do dia 30 de julho, na zona laranja casas de festas podem retomar as atividades, mas devem seguir uma série de regras como: a capacidade de público reduzida em 50% por área coberta, de acordo com a estrutura de cada espaço de evento, seja ele salão de festas ou restaurante, respeitando o número máximo de 100 pessoas.

 Fonte: g1.globo.com

 

0 comentários:

- |