Pular para o conteúdo principal

Alunos da rede municipal de ensino terão aulas on-line a partir do dia 18

Os alunos da rede municipal de ensino terão, a partir do dia 18, um importante reforço nas atividades educativas que atualmente estão sendo encaminhadas via redes sociais ou entregues nas escolas para aqueles pais que solicitam: aulas on-line. Com adesão do município ao programa da Secretaria Estadual de Educação, os alunos poderão acessar o aplicativo CMSP nos celulares ou assistir às aulas na TV Univesp (canal digital 19.2 da TV aberta), que vai transmitir as aulas do 1º ao 5º ano e atividades da Educação Infantil,  na TV Educação (canal digital 19.3 da TV aberta) com aulas para os estudantes do 6º ao 9º ano ou ainda acessar os conteúdos pelo Youtube, basta pesquisar  Centro de Mídias da Educação de São Paulo neste canal e acessar o conteúdo de interesse, que também é transmitido ao vivo.

As atividades on-line são mais uma etapa realizada com os alunos, já que desde que as aulas presenciais foram suspensas, professores e coordenadores preparam material específico para ser encaminhado aos estudantes com o objetivo de garantir o aprendizado.

O conteúdo exibido na TV é o mesmo distribuído no aplicativo, que por ter grande número de acessos, pode apresentar dificuldades para instalação. Um tutorial para instalação do aplicativo pode ser conferido aqui: https://centrodemidiasp.educacao.sp.gov.br/downloads/Guia-de-Utilizac%CC%A7a%CC%83o-do-CMSP-Educac%CC%A7a%CC%83o-Infantil-e-Anos-Iniciais.pdf

A partir de segunda-feira, dia 18, os alunos da rede municipal de ensino de São Pedro deverão assistir às aulas diariamente, registrar no caderno que receberam no kit escolar a data da atividade, disciplina e um resumo simples da aula. As atividades complementares enviadas pelos professores também devem ser realizadas neste caderno.  No retorno das aulas presenciais, o aluno deverá entregar esse caderno com todos os registros para ser avaliado pelo professor.

A cada 15 dias os estudantes estão recebendo, via grupos de WhatsApp e páginas das escolas no Facebook atividades complementares. As dúvidas poderão ser encaminhadas aos professores via WhatsApp.

“Esta foi a maneira encontrada de garantir maior interação das escolas com os alunos diante desta situação que estamos vivendo’, disse a secretária municipal de Educação, Cleia Rivero.

A coordenadora  da Educação Infantil, Adriana Zanelatto, diz que a prioridade foi fortalecer os vínculos da escola com a família, com orientações sobre atividades cotidianas e o estímulo ao desenvolvimento de integral – físico, psicológico, intelectual e social.

Entre as sugestões apresentadas para os pais de alunos da Educação Infantil estão  contar histórias, brincar de faz de conta, brincar de roda, amarelinha, participação em pratos simples como bolo ou salada de fruta. “Recebemos vários vídeos e fotos dos pais que evidenciam a participação das famílias neste processo  que ajuda a construir novos aprendizados”, disse.

Para a coordenadora do Ensino Fundamental, Sandra Baltieri, esta atividade complementa outras desenvolvidas com professores e coordenadores desde o final de março “É uma etapa nova que dá continuidade a todo trabalho planejado para o aprendizado dos alunos”.

ATENÇÃO AOS HORÁRIOS – Os conteúdos do Centro de Mídias SP oferecidos por meio de aplicativo para celular e canais de televisão aberta têm horário específico de exibição. Para o primeiro ano, por exemplo, as aulas são exibidas das 7h30 às 9h, já para Educação Infantil, das 12h às 14h. Em caso de dúvidas, pais devem entrar em contato com as escolas pelas redes sociais ou por telefone.

GUIA - As pessoas que tem canal por assinatura podem optar por assistir no canal 75 ou desconectar dessa opção e voltar à opção de TV aberta. Em algumas localidades, a sintonia se dá por números separados por ponto (.); por exemplo, 2.3. Porém, alguns controles antigos não possuem o ponto. Neste caso, é só usar o traço (-); por exemplo, 2-3, e acessar o canal.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.