Pular para o conteúdo principal

Secretaria de Educação entrega kits de material escolar

Responsáveis pelos aproximadamente 5.500 alunos da rede municipal de ensino começaram a retirar nesta terça-feira nas escolas municipais kits de material escolar distribuídos para todos os alunos da educação infantil (a partir dos 4 anos), ensino fundamental  I (1º ao 5º ano)  e ensino fundamental  II (6º ao 9º ano). A entrega também acontece no dia 13 nas escolas em que os alunos estão matriculados e deve ser realizada no período de estudo do estudante: para os que estudam de manhã, a retirada acontece das 8h às 11h30 e para os que estudam à tarde, das 13h30 às 16h30. Famílias que tem filhos matriculados em mais de uma unidade, devem fazer a retirada em unidades diferentes.

“Com todas as mudanças realizadas por conta da pandemia, nossos alunos estão realizando atividades em casa. A entrega do material aconteceu com o objetivo de auxiliá-los neste momento”, informou a secretária municipal de Educação, Cleia Rivero.

A medida foi bem recebida pelos pais.  “Essa entrega de material sempre aconteceu e foi bom também neste período”, disse Luciana Reich Boscariol, que tem 1 filha matriculada na Emeb Gustavo Teixeira. Luiz Carlos Moraes achou “ótimo”. “Muitos não têm condições de ter o material escolar disponível”. Eva Bontorim foi buscar o kit para a neta, aluna do 7º ano. “Foi boa esta iniciativa. A minha neta está estudando bastante em casa”.

Pai de dois alunos, um no 6º e outro no 8º ano, Evandro Garcia classificou a entrega de “excelente”. “As crianças estabeleceram uma rotina de estudos em casa. Pegam as informações encaminhadas por WhatsApp”, disse.

Jessica Silva, mãe de 6 filhos e moradora do bairro São Dimas, foi buscar o material de 3 filhos na Emeb Guido Dante. Aprovou a iniciativa, mas disse que vai precisar de cuidado redobrado para cuidar do material. “Eles vão querer mexer em tudo”, disse, referindo-se aos filhos matriculados no 1º, 2º e 3º anos. Para dar conta de todas as crianças, ela tem recorrido a aplicativos de leitura.

Evelyn de Barros Rodrigues, também com filha matriculada no Guido Dante aprovou a iniciativa. “Minha filha fez bastante atividade. É bom também porque não fica tão entediada”, disse.

MATERIAL - Os estudantes da Educação Infantil  receberam caderno de desenho, apontador com depósito, borracha branca, canetinha hidrográfica (12 cores), tubo de cola branca, giz de cera grande (12 cores), lápis de cor grande em resina termoplástica (12 cores), lápis grafite de resina termoplástica, massa para modelar (6 cores),  pincel nº 8, tesoura sem ponta e guache (6 cores).

Os matriculados no Ensino Fundamental I recebem cadernos brochurão, caderno de desenho, régua de 30 cm, lápis de cor grande em resina termoplástica (12 cores), lápis grafite de madeira, lápis grafite de resina termoplástica, caneta esferográfica azul, apontador com depósito, borracha branca, tubo de cola branca, giz de cera (12 cores grande) e guache (12 cores).

O kit dos estudantes do Ensino Fundamental II é composto por cadernos universitários, caderno de desenho, régua de 30 cm, lápis de cor grande (12 cores) de resina termoplástica, lápis grafite de madeira, lápis grafite de resina termoplástica, canetas esferográficas azul e vermelha, apontador com depósito, borracha branca, tubo de cola branca e tesoura sem ponta

O investimento para a aquisição dos materiais foi de R$ 162,1 mil. A Secretaria de Educação lembra que estes materiais vão retornar para a escola quando as aulas presenciais forem retomadas, por isso pede que todos cuidem com bastante zelo do material distribuído.

KIT MERENDA – A Prefeitura de São Pedro está programando para a próxima semana nova entrega de alimentos. Na primeira entrega foram distribuídas aproximadamente 60 toneladas de alimentos. Os dias, locais e horários serão divulgados pelos canais oficiais da Prefeitura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

NOTA OFICIAL

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia informa que, na manhã desta terça-feira (24/11), a Secretaria Municipal de Saúde recebeu agentes da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) para inspecionar documentos e solicitar informações sobre uma empresa específica, que era alvo de investigação. Com tranquilidade, todos os documentos solicitados, que já tinham sido encontrados pelos agentes no Portal da Transparência do município, foram novamente apresentados. A empresa inspecionada participou do Pregão Presencial n° 004/2020, de 28/02/2020, que contou com a participação de 19 empresas, das quais, 13 venceram. Uma das vencedoras é alvo dessa investigação, com ata de registro de preço firmada no valor de R$ 115.237,00 para entrega de medicamentos. A Prefeitura esclarece que, ao contrário do que tem sido veiculado, a operação tem como alvo a empresa licitante, como desdobramento de outra investigação dos órgãos na região Norte Fluminense, e que não há indícios de fraude na licit

COLUNA BANZO

 O ESTADISTA A de história de Cabo Frio  marcada por grandes embates políticos, desde os primórdios tempos Liras e Jagunços davam o tom beligerante que forjaria a história de nossa terra amada. Essa cultura pelo contraditório e pela polarização causaram eisentraves políticos etu atrasaram em muito o desenvolvimento de Cabo Frio, que foi salva pela sua vocação turística e pelos royalties do petróleo. Testemunhei no fim do século passado, mais precisamente no fim dos anos 90, inesquecíveis embates políticos-filosóficos entre os então vereadores Jânio de Mendes e Amaury Valério. Esses embates recebiam "a partes" dos saudosos Acyr Rocha e Ayrres Bessa, e eram testemunhados e por muitas vezes corroborados por Antônio Carlos Trindade e Silas Bento. O nível dos embates eram altíssimos e caminhávamos para a formação de "Estadistas", políticos que despontaríam Estadual e Nacionalmente, potencializando o nome de Cabo Frio. Infelizmente isto não se repetiu nas legislaturas sub

Lei Aldir Blanc

Nesta segunda-feira (30), no Espaço Cultural Zanine, começou a entrega dos documentos exigidos e de assinaturas para os artistas habilitados para Lei Aldir Blanc, conforme publicado no Boletim Oficial nº 1.140, dos dias 26 de novembro a 27 de novembro de 2020. Esta etapa acontecerá de segunda a quarta-feira das 9h às 16h. Os artistas que tiverem suas inscrições não habilitadas poderão apresentar o recurso na mesma data e local. Após a quarta-feira (02/12), o Grupo Gestor da Lei Aldir Blanc fará a análise dos documentos e sairá a homologação para o recebimento do recurso destinado ao Inciso 2 da Lei nº 14.017, mais conhecida como Lei Aldir Blanc. Esta lei prevê auxílio financeiro ao setor cultural. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com os impactos das medidas de distanciamento social por causa da COVID-19. A legislação ficou conhecida como Lei Aldir Blanc, em homenagem ao escritor e compósitos que morreu em maio, vitima do novo coronavírus.