LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

sexta-feira, 15 de maio de 2020

"Salário não é favor": servidores protestam na secretaria de Saúde de Cabo Frio

Servidores da Saúde de Cabo Frio fizeram manifestação na tarde desta quinta-feira (14), na porta da secretaria, em São Cristóvão. No protesto, mais uma vez foram denunciadas as condições de trabalho inadequadas, que incluem falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). O fracionamento dos salários, a falta de pagamento do adicional noturno e insalubridade e a convocação de profissionais que estão no grupo de risco para o trabalho completa o "pacote de maldades" oferecido aos trabalhadores da pasta em plena pandemia de coronavírus. O ato, simbólico, reuniu pouco mais do que dez profissionais, para que fosse evitada aglomeração. 

 – Salário não é um favor. É obrigação  – afirmou a a secretária-geral do Sindicato dos Servidores de Cabo Frio (Sindicaf) e conselheira municipal de saúde Daiana Olegário, afirmando que os trabalhadores estão sendo "massacrados". 

 – Nós, servidores, estamos aqui reivindicando por causa da falta de salário, da falta de respeito. Muitos estão trabalhando sem insalubridade, sem adicional noturno. A cada mês que passa a Saúde está sendo massacrada. O prefeito foi na rádio ontem pedindo compreensão para os servidores que estão na linha de frente – criticou

Na entrevista ao programa Amaury Valério, na Rádio Ondas, na quarta-feira (13), o prefeito Adriano Moreno disse que a prefeitura está fazendo um "esforço enorme" para pagar o funcionalismo. 

 –  Estamos num trabalho sobre-humano para pagar o pessoal da Saúde. São verdadeiros heróis. Estão correndo um risco imenso. Estamos fazendo um esforço imenso. Peço compreensão. Se a situação permitisse, todos já teriam recebido. Mas a situação é drástica  –  afirmou Adriano.

Quebra-quebra   –  Na tarde de quarta-feira (13), por volta das 16h uma funcionária, que reclama de estar há três meses sem pagamento, revoltou-se e quebrou alguns itens do setor de Recursos Humanos da secretaria de Saúde. Adriano estava no local no momento. Durante o dia, circulou a informação de que o prefeito teria sido agredido pela servidora. Essa versão, que é falsa, teria sido compartilhada através de áudio de outro servidor. Outras pessoas que testemunharam a cena asseguram que Adriano não foi agredido. A servidora precisou ser contida por seguranças.

Fonte: folhadoslagos.com


0 comentários:

- |