Pular para o conteúdo principal

Ministério Público classifica liberação do trabalho nas praias de Cabo Frio como ‘inadequada’


 O Ministério Público Estadual se manifestou após a liberação da atividade comercial nas praias de Cabo Frio durante o feriado da Independência e negou ter dado permissão para a flexibilização, ainda que em caráter temporário. Em nota pública enviada à imprensa, na qual chega a citar matéria veiculada pela Folha nesta quarta (2), o MP-RJ disse que a liberação foi feita de ‘forma casuística’ e é ‘inadequada’.

 

De outro lado, o órgão não sinalizou que tomará qualquer tipo de atitude quanto à decisão da Prefeitura. Pelo menos, por enquanto. No texto, a 2ª Promotoria de Tutela Coletiva disse apenas que "não manifestou qualquer anuência ou juízo de valor acerca da flexibilização de atividades econômicas na faixa de areia das praias de Cabo Frio. Ao contrário, o MPRJ reafirmou ao município a necessidade de que as decisões de flexibilização sejam pautadas em critérios técnicos e que a liberação de atividades de forma casuística, para apenas alguns dias, apresenta-se inadequada".

 

No texto, o MP ressalta ainda que expediu uma recomendação em 26 de maio para que o município apresentasse um plano de flexibilização econômica “baseado em critérios técnicos  e parâmetros estatísticos epidemiológicos”.

 

É justamente sobre os dados dos casos e mortes de Covid-19 que o município diz ter tomado a decisão. Segundo a Prefeitura, não houve parecer contrário do Ministério Público sobre a determinação do prefeito Adriano Moreno (DEM) de permitir o comércio nas praias durante o feriadão.

 

“O Gabinete de Gestão de Crise se baseou em dados epidemiológicos e técnicos para tomar a decisão", diz o texto da Prefeitura.

 

Curiosamente, no decreto em que estipula as condições para que os vendedores ambulantes e barraqueiros atuem, não há qualquer menção a uma flexibilização no decreto que proíbe a permanência de banhistas na praia. No momento, os espaços podem ser usados apenas para a prática esportiva. Entretanto, com o forte calor das últimas duas semanas, os banhistas ignoraram a ordem e lotaram as areias, principalmente na Praia do Forte. Parta o feriadão, expectativa é quer a situação se repita, até de forma mais acentuada.

 

Entre as condições impostas estão a de que ambulantes e donos de barracas  não poderão colocar jogos de mesas e cadeiras nas praias; apenas moradores do Município de Cabo Frio com licença poderão trabalhar; todos deverão seguir o uso de Equipamentos de Proteção Individual. Os donos de barracas e ambulantes assinaram um documento se comprometendo a respeitar as regras.

 

O período de liberação, desta sexta (4) até segunda (7) é considerado de teste para que a Prefeitura avalie os efeitos da liberação e faça possíveis novas flexibilizações.

 Fonte: folhadoslagos.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista com o Presidente do PMDB de Arraial do Cabo

O Blog Cartão Vermelho teve a oportunidade de entrevistar o Presidente do PMDB de Arraial do Cabo, Davison Cardoso (Deivinho), onde abordamos o crescimento do partido na cidade, a reeleição do Prefeito Andinho (PMDB), e sobre a bancada na Câmara Municipal de Arraial e suas votações, claro principalmente sobre as últimas e polêmicas votações do vereador Renatinho Vianna (PMDB). Blog Cartão Vermelho - Qual o quadro atual do PMDB em Arraial do Cabo? Deivinho - O quadro atual é excelente, reelegemos o Prefeito Andinho com uma votação maciça. Andinho é detentor de um desempenho histórico e nossa bancada na Câmara Municipal goza deste prestígio por conta de também ter sido eleita com uma votação expressiva. Blog Cartão Vermelho - Mas os noticiários dão conta que a situação do Vereador Renatinho Vianna dentro do partido seria insustentável devido ao voto favorável a Abertura de uma CPI proposta na Câmara, isso é verdade? Deivinho - O vereador Ren

SÁBADO É DIA DE REUNIÃO DE PAIS E RESPONSÁVEIS NA TURMA DO SÍTIO.

Tudo está sendo preparado com muito carinho pela equipe da Turma do Sítio. Afinal, neste sábado , dia 26 de março, os pais e responsáveis das 350 crianças e jovens que participam do projeto em São Jacinto, na área rural de Cabo Frio, têm um encontro marcado: a reunião para conversar sobre as atividades do projeto e como os alunos estão se dedicando à proposta pedagógica. -“Estamos organizando uma tarde muito especial, queremos ouvir as sugestões da comunidade e aprimorarmos cada vez mais o nosso trabalho”, disse a gerente de projetos, Vânia Fialho. Neste sábado, os pais e responsáveis também vão poder participar de palestras sobre higiene pessoal e higiene de alimentos. Profissionais foram convidados para dar algumas dicas e ajudar na melhoria da qualidade de vida na comunidade. A nutricionista Olívia Novellino confirmou presença. A direção da Turma do Sítio está preparando kits de higiene pessoal e doméstica para sortear na reunião. A clínica odontológica Ortho

Alexandre o Grande. Por João Gomes

A história nos fala de um grande guerreiro, conquistador, desbravador um grande líder macedônio, chamado Alexandre. Muito a frente de sua época marcou territórios e rompeu barreiras e fronteiras em nome do seu povo. Em Cabo Frio temos bons Alexandres, porém, um deles que foi eleito em 2004, mas se quer chegou aos 600 votos em 2008. Muito ligado ao grupo de Alair, resolveu procurar uma nova liderança. Até ai tudo bem, mas bastou a derrota no TRE dos embargos de declaração para que o ex-edil, começasse a procurar lideranças ligadas a Delma oferecendo dinheiro para trabalhar para seu candidato, com a desculpa que o próximo prefeito de Cabo Frio seria outro. O impressionante é que a abordagem do sujeito beira as facetas da loucura. Hoje por exemplo, recebi o comunicado de um amigo que se disse impressionado chegando a indagar se tivemos problemas particulares entre nós. Ora, respondi a esse rapaz que vem colaborando, que nada tinha contra esse sujeito, todavia me assustava o fato de há