LEAL PORTO TELECOM

LEAL PORTO TELECOM

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2644-4080 // 99999-5998

quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Prefeitura de Cabo Frio flagra abatedouro clandestino de animais silvestres

 

A Prefeitura de Cabo Frio flagrou, nesta quarta-feira (11), um abatedouro clandestino de animais silvestres na Rua Sinagoga, no Distrito de Tamoios. O flagrante aconteceu após denúncia anônima feita aos agentes da Comissão especial de Fiscalização e Demolição, formada pela Coordenadoria de Assuntos Fundiários e pela Secretaria do Meio Ambiente, durante uma ação de retirada de parcelamento irregular do solo na localidade conhecida como Lava Rodas, que fica na área do Parque Natural Municipal do Mico-Leão-Dourado. 

Após a retirada dos alicerces, os agentes foram até a Rua Sinagoga, também em Tamoios, para averiguar a denúncia de uma construção irregular sobre um canal natural de escoamento do Rio Gargoá. Em frente à casa, os fiscais perceberam a presença de cartuchos deflagrados de armas de caça. 

O coordenador de Assuntos Fundiários, Ricardo Sampaio, acionou a Unidade de Policiamento Ambiental (UPAM) e solicitou à proprietária da casa que uma revista fosse feita no imóvel.

Após a autorização, os agentes encontraram um rifle calibre 22, uma espingarda calibre 36 e uma espingarda de ar comprimido modificada, 16 cartuchos deflagrados e cinco intactos, 12 peças de roupa camuflada para caça, seis facões, gaiolas, redes e armadilhas.  Dentro de um freezer, os agentes encontraram cerca de 100 quilos de carne de animais silvestres, como paca, lagarto e gambá. A carne apreendida será inutilizada após análise.

“Acreditamos que a casa funcionasse como uma espécie de abatedouro de animais silvestres, uma vez que a proprietária confirmou que seu marido era caçador e, inclusive, no momento da revista, dois patos silvestres estavam sendo depenados.  Como o marido da dona da casa, após ser chamado por ela ao telefone, não quis comparecer ao local, foi dada voz de prisão a ela, que foi encaminhada à 126ª DP.  Temos que destacar o excelente trabalho dos agentes municipais lotados no Distrito de Tamoios, que têm a confiança da população e recebem as denúncias que são prontamente verificadas”, explicou Ricardo Sampaio.

A população pode denunciar invasões e crimes ambientais pelos e-mails cogeafcabofrio@gmail.com e secmacabofrio@gmail.com.  O anonimato é garantido.

0 comentários:

- |