Leal Porto

Leal Porto

RESTAURANTE DA PONTE

RESTAURANTE DA PONTE
"O lugar certo de comer peixe" - Em cima do Mercado Municipal do Peixe (22) 2647-5341

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Coluna da Menina de Ouro, Vânia Carvalho




Índio quer apito

Numa época muito distante onde os indígenas habitavam o 2º distrito, as tribos Tupinambás e Tamoios que por lá viviam, inclusive originando o nome do distrito, se enfrentavam por vários motivos.

A carnificina gerada nesse tempo, não foi originada só pela presença dos portugueses colonizadores que andaram dizimando índios e escravizando negros. As próprias tribos lutavam entre si, ajudando a propagar a quase extinção de sua civilização, movidas por um intenso desejo de vingança que resultava em guerras sangrentas e que  acabavam sendo   devorados em rituais de antropofagia.

Atualmente, talvez por algum tipo de obsessão , os espíritos desses índios tão sanguinolentos, resolveram se ocupar da mente de alguns moradores de Tamoios. Tendo em vista as trocas de ofensas, acusações, xingamentos e comentários raivosos pelo facebook, já que hoje sinais de fumaça não surtiriam tanto efeito.

De um lado a tribo dos “Eu quero é Mais”, luta contra a tribo dos “Aguenta Firme” e entre flechadas e zarabatanas cheias de veneno, um tenta comer o outro num caldeirão que a cada dia ferve mais.

Nesse mar de desunião o grande chefe sofre as consequências e é atacado por todos os lados com a ajuda da tribo inimiga que se aproveita desse momento tempestuoso para tirar proveito e ir cozinhando a população em banho maria enquanto elas mesmas  se degladiam e eles só vão colocando tempero. Afinal quanto mais sal melhor, para entornar o caldo de vez e jogar uns contra os outros.

Na tribo dos “Aguenta Firme”, a figura do grande chefe continua intacta enquanto que na tribo dos “Eu quero é Mais”... A verdade é que não sabemos se eles querem  realmente se desligar do chefe, já que falam tanto em emancipação.

Emancipar significa responsabilidade e independência total,  e será que eles  estão preparados? Pelo visto não! Já que não conseguem se unir nem no momento que mais precisariam estar confiantes em seu líder!

O que vejo mesmo nisso tudo é índio querendo apito, pois se não der pau vai comer!

0 comentários:

- |